A CORRENTE PURIFICADORA

Quando o tempo se aproximar do fim, Saoshyant, o sábio, virá para preparar o mundo para ser renovado e ajudar Ahura Mazda aquele que sabe, a destruir o cruel Ahriman. Mashya e Mashyoi, os primeiros humanos, primeiro beberam água, depois comeram plantas, depois leite, depois carne. No tempo de Saoshyant, as pessoas não mais precisarão de comida, deixando primeiro a carne, depois o leite, depois as plantas, depois a água, até que não precisem de nada. Não haverá pecado nem auto-indulgência, e Az, diaba da luxúria, criada por Ahriman, definhará sem as sensações com as quais se saciava. Ela procurará seu criador e tentará engoli-lo. Ahriman implorará a Ahura Mazda, o sábio, aquele que tudo sabe, que o salve, e Ahura Mazda o expulsará da criação pelo próprio buraco que Ahriman fez para aparecer. Então o tempo chegará ao fim, e haverá um novo começo para o mundo. Saoshyant levantará os mortos e Ahura Mazda unirá corpo e alma. O primeiro a se levantar será Gayomart, primeiro sacerdote do fogo; depois Mashya e Mashyoi, nossa mãe e nosso pai, depois o resto da humanidade. Eles voltarão pela Ponte Cinvat, das delícias do céu ou dos horrores do inferno, onde seus atos e suas consciências os haviam levado. Mesmo aqueles que tenham matado um cachorro voltarão, embora – porque os cães saem à noite para lutar contra as criaturas malignas – aquele que mata um cachorro, mata sua própria alma por nove gerações, e não possa cruzar a Ponte Cinvat até que pague por seus pecados. Essa ponte é larga para os fiéis, mas é estreita como uma agulha para o pecados. Todos os metais de todas as montanhas se derreterão, e cada homem e cada mulher passarão pela corrente de metal derretido e sairão purificados. Aqueles que foram fiéis a Ahura Mazda e viveram uma vida santa, criativa, generosa e produtiva sentirão como se estivessem passando pelo leite morno. Mas aqueles que se deixaram seduzir por Ahriman sofrerão uma terrível agonia enquanto seus pecados são queimados. O novo mundo será imortal. Aqueles que viveram até a idade adulta, serão trazidos de volta na idade de quarenta anos; aqueles que morreram crianças serão trazidos com a idade de quinze anos; todos viverão felizes com suas famílias e amigos.